Reportagem na revista Metrópole

Cultura cervejeira

Desde agosto do ano passado, os amantes de boas cervejas podem frequentar os cursos e eventos promovidos pelo Centro de Cultura Cervejeira Toca da Mangava, localizado na estrada entre Sousas e Joaquim Egídio. Segundo o idealizador do projeto, Alfeu Júlio a proposta do espaço é permitir uma experiência maior do que aquelas tidas no boteco. É ensinar a arte de beber bem e levar o conhecimento profundo sobre a bebida, de sua origem e seus ingredientes até o mais importante: o sabor. “O universo das cervejas é amplo e vai além da tradicional ‘loira gelada’. Sua história e estilos estão entrelaçados com a história da humanidade e pretendemos inserir os visitantes nesse contexto por meio das cervejas”, explica.

Num ambiente descontraído e rústico, com a mescla de diferentes rótulos de cervejas e obras de artistas decorando o local, os visitantes ainda têm acesso à fabricação da bebida, onde aprendem todo o processo de produção. “Aqui a gente vê as características dos diferentes estilos listadas pelo Brewers Association (BA) e pelo Beer Judge Certification Program (BJCP) e tenta encaixar a bebida que produzimos nessas características descritas”, explica Júlio.

Há uma história curiosa com relação ao nome do lugar: uma mangava sempre invadia a varanda da casa e parecia querer pular para dentro da panela de mosturação, atraída pelo cheiro doce exalado no processo. Ao tentarem descobrir o local de onde a “bichinha” vinha, perceberam que a “toca da mangava” era ali mesmo, na varanda. Depois disso, batizar o espaço em homenagem ao inseto pareceu a coisa mais acertada a fazer.

Júlio diz que sempre foi apaixonado por cervejas e procurou conhecer novos sabores. Após se formar em engenharia de alimentos em 1986, viajou para o Exterior e teve contato com estilos que ainda não existiam no Brasil. Quando percebeu o interesse de amigos brasileiros pelas novidades que ele contava das bebidas internacionais, decidiu abrir a Toca da Mangava, associando-se logo depois com o executivo, José Carlos Pacheco Coimbra.

Um evento interessante da casa, batizado de As Grandes Microcervejarias do Brasil, é quando outros produtores convidados relatam suas histórias, explicam sua produção e oferecem seus rótulos para degustação. Além disso, há também a Harmonização de Queijos e Cervejas e o Menu Confiance, em que chefs preparam jantares mensalmente e ensinam aos visitantes a melhor bebida para se combinar com o prato.

Veja a revista: Bons motivos para bebericar


Tags:
Share this article

About admin

You May Also Like

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *